Renata Ashcar

biografia

Sumário Pessoal

Com quase 30 anos dedicados ao estudo, pesquisa e difusão da cultura do perfume no Brasil e no exterior, tornou-se a mais renomada profissional brasileira no campo da Perfumaria. Durante esse período, escreveu o livro Brasilessência: a cultura do perfume, que se tornou uma bibliografia única na área, dando base ao trabalho do primeiro museu de perfumes do Brasil, hoje instalado em São Paulo. Com base nesse profundo trabalho de pesquisa e registros históricos, sua vida profissional é hoje baseada na difusão da cultura da perfumaria com diversos projetos voltados ao público leigo, profissional e também às pessoas com deficiência visual.

Biografia

  • 1965: em 22 de maio, nasce Renata Ashcar na cidade de São Paulo.
  • 1986: forma-se em publicidade. Seu trabalho de conclusão de curso foi uma linha de perfumes, revelando assim um caminho profissional a ser seguido.
  • 1986: sofre um acidente de automóvel que a deixou em coma, descobrindo então o enorme poder transformador de Deus em sua vida.
  • 1987: inicia seus trabalhos como designer de perfumes com atelier próprio em São Paulo, o que lhe conferiu mais de 15 prêmios na área.
  • 1994: com a abertura do mercado brasileiro, começa a atuar no Brasil como agente do designer francês Pierre Dinand (criador de Azzaro, Paco Rabbane, Opium etc) e em parceria com ele desenvolve para Natura o Kaiak, um dos perfumes mais vendidos do país.
  • 1996: Dinand convida Renata para organizar uma exposição da perfumaria brasileira no Japão e ao pesquisar a bibliografia sobre o tema em português, sem sucesso, Renata decide fazer um livro.
  • 2001: publica o livro Brasilessência: a cultura do perfume, em português e inglês, com o patrocínio das duas principais empresas brasileiras: Natura e O Boticário.
  • 2002: lançamento internacional do livro na feira Luxepack, em Mônaco. De 2001 a 2010 – correspondente internacional da revista Happi (USA)
  • 2002: recebe um convite do Dr Miguel Krigsner, fundador de O Boticário, para organizar e fazer a curadoria de um museu de perfumes em Curitiba.
  • 2003: organizou no Brasil a primeira edição da feira internacional (Mônaco) Luxepack no Brasil, que reuniu os principais fornecedores nacionais e internacionais do segmento de luxo.
  • 2004: organizou a feira nacional Luxeshow, na qual o foco era o uso dos recursos naturais de forma sustentável como insumos para o mercado de luxo.
  • 2004: inaugurado em Curitiba o Espaço Perfume: Arte & História.
  • 2009: curadoria da exposição Dior: estilista de perfumes em Shopping Iguatemi- SP.
  • 2010: transferência do Museu de Perfumes para São Paulo. Disponível em: www.espacoperfume.com.br.
  • 2010: curadoria e organização do atelier olfativo para Luxóttica São Paulo – SP.
  • De 2010 até hoje – correspondente internacional da revista BW Confidential (França).
  • De 2010 até 2014: De 2010 até 2014: Criou e implantou na Fundação Dorina Nowill para cegos o projeto do Curso de Avaliação Olfativa para pessoas com deficiência visual.
  • 2007: publicação do Livro Banho: histórias e rituais.
  • 2008: publicação do Guia de Perfumes 2008.
  • 2009: publicação do Guia de Perfumes 2009.
  • 2010: publicação do Guia de Perfumes 2010.
  • 2011: publicação do Guia de Perfumes 2011.
  • 2011: participação como palestrante do Smell Festival em Bologna – Itália.
  • 2013: curadoria e organização do Espaço Mulher para VW – Salão do Automóvel – SP.
  • 2015: Publicação do Guia de Perfumes 2016

Renata é hoje fonte para a imprensa local e internacional sobre o tema de perfumes, assinando também vários artigos para revistas nacionais e internacionais. É também palestrante convidada em diversos eventos internacionais do mercado de luxo e perfumaria sempre no âmbito de promover um melhor entendimento do mercado brasileiro de perfumes.Considerada hoje a maior especialista do Brasil na área de perfumes, além de ter criado o Curso de Avaliação Olfativa para pessoas com deficiência visual, Renata ministra treinamentos e cursos livres além de lecionar nos cursos de pós-graduação em perfumaria das faculdades Oswaldo Cruz e Santa Marcelina.